A Gafieira São Paulo ataca

Caê Rofsen e Verônica Ferriani, crooners da banda

Um CD de banda de gafieira tem que mostrar a que veio logo na primeira faixa. Se 15 segundos após apertar o play, você não sentir vontade de abraçar um(a) parceiro(a) para arriscar um cruzado ou um puladinho, pode esquecer – quem dançou foi o disco. Em seu álbum de estreia, a Gafieira São Paulo apresenta – e maneja muito bem – suas armas do princípio ao fim.

Referência na atual cena do samba de salão paulistano, a banda caracteriza-se pela juventude. Além de ter relativamente pouco tempo de vida, a média etária de seus integrantes não ultrapassa os 30 anos.

A Gafieira São Paulo deu as caras na pista pela primeira vez em março de 2006, fazendo dezenas de casais riscarem o chão num baile no Tênis Clube Paulista. No embalo, vieram logo em seguida apresentações no extinto Blen Blen e na Choperia do Sesc Pompéia – até a conquista de um animado público cativo durante uma temporada no Tom Jazz, que começou em 2007 e durou dois anos.

O nascimento do grupo está relacionado à grande divulgação que teve o samba na virada dos anos 2000, simultaneamente à revitalização da Lapa carioca e à aparição de novos intérpretes, instrumentistas e compositores.

Num dos locais onde esses artistas passaram a se apresentar – o tradicional Clube dos Democráticos –, o produtor Pedro Altman e o compositor Caê Rofsen assistiram a um baile com Silvério Pontes, Zé da Velha, Trio Madeira Brasil e os cantores Zé Renato e Roberta Sá. Quando voltaram a São Paulo, os jovens decidiram organizar uma banda capaz de produzir um evento musical como o que tinham visto no Rio de Janeiro.

Aos poucos, a Gafieira São Paulo foi sendo arregimentada, até chegar à formação atual de 11 músicos: Caê Rofsen e Verônica Ferriani (vozes), Paulo Viveiro (trompete e flugel horn), Anderson Quevedo (saxofones e flauta), Jaziel Gomes (trombone), Conrado Goys (guitarra e violão), Márcio Roldan (piano e Fender Rhodes), Daniel Amorim (baixo), Thiago Rabello (bateria), Bruno Prado e Paulinho Timor (percussão). Os arranjos são assinados, em sua maioria, por Caê Rofsen e Conrado Goys.

“Boa parte dos músicos da banda tem maior vivência na música instrumental e no jazz, como é o caso do Conrado e do Thiago, o que dá para a Gafieira São Paulo um sotaque diferente”, explica Pedro Altman, que assina com Helton Altman a direção artística do CD da banda.

“Apesar de ter sido feito em estúdio, o disco tem cara de baile. Isso porque gravamos com todos juntos, durante a temporada no Tom Jazz. Daí vem o clima de ao vivo”, comenta o produtor.

O CD de estreia da Gafieira São Paulo, de título homônimo e com selo da Sonora Produções, é o registro de 12 músicas do extenso repertório da banda. Principia com “Sou Eu”, música de Moacir Santos que convida à dança, e cuja letra, de Nei Lopes, serve muito bem como apresentação ao som do grupo: “Se uma estranha paz/ te vestir de azul/ não te espantes, não/ sou eu”.

A partir daí, seguem-se grandes sambas de Chico Buarque (“Biscate”, “Tem Mais Samba”), Elton Medeiros e Hermínio Bello de Carvalho (“Pressentimento”), João Donato e Caetano Veloso (“A Rã”), Laércio de Freitas (“Hora da Função”), Léa Freire e Joyce (“Samba de Mulher”), Mauricio Tapajós e Paulo César Pinheiro (“Sábado à Noite”), Zé Renato e Joyce (“Sabe Quem”).

O álbum destaca ainda a obra da nova geração de compositores: Giana Viscardi e Michi Ruzitschka assinam “É Bom”, enquanto Caê Rofsen apresenta “Dissimulada” e “Convite pra Gafieira”. Essa última tem versos de Celso Viáfora e faz o arremate do disco, com a proposta irrecusável: “Quando a Gafieira São Paulo atacar / só há de dar você, meu par”.

E então, vamos dançar?

Anúncios

2 comentários sobre “A Gafieira São Paulo ataca

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s